top of page

Anorexia x Bulimia - você sabe a diferença?

A bulimia e a anorexia são dois distúrbios alimentares que afetam milhões de pessoas em todo o mundo. Embora possam compartilhar algumas semelhanças, eles têm diferenças distintas que os tornam únicos.



A anorexia é um distúrbio alimentar caracterizado por uma obsessão em relação ao peso e à imagem corporal. As pessoas com anorexia tendem a restringir a ingestão de alimentos, muitas vezes comendo muito pouco ou quase nada, o que leva a uma perda significativa de peso. Além disso, a anorexia pode levar a uma série de complicações médicas, como desnutrição, problemas cardíacos, anemia e distúrbios do sono, entre outros.


Por outro lado, a bulimia é um distúrbio alimentar em que as pessoas comem grandes quantidades de comida em um curto período de tempo e depois se engajam em comportamentos purgativos, como vômitos, uso de laxantes ou diuréticos e exercícios excessivos. A bulimia também pode levar a uma série de complicações médicas, como desidratação, problemas digestivos, problemas cardíacos e desequilíbrios eletrolíticos.


A principal diferença entre anorexia e bulimia é a maneira como as pessoas afetadas lidam com a ingestão de alimentos. As pessoas com anorexia tendem a restringir a ingestão de alimentos, enquanto as pessoas com bulimia tendem a comer grandes quantidades de alimentos e depois purgá-los. Além disso, as pessoas com anorexia geralmente apresentam uma perda significativa de peso, enquanto as pessoas com bulimia podem ter um peso normal ou estar acima do peso.


É importante notar que tanto a anorexia quanto a bulimia são distúrbios alimentares graves que requerem tratamento médico especializado. Se você ou alguém que você conhece está lutando com um distúrbio alimentar, é importante buscar ajuda o mais rápido possível.


O tratamento da anorexia e da bulimia geralmente envolve uma combinação de abordagens terapêuticas, incluindo terapia nutricional, terapia cognitivo-comportamental (TCC), medicamentos e cuidados médicos.


No tratamento da anorexia, o objetivo inicial é estabilizar a saúde física do paciente, muitas vezes por meio de hospitalização, se necessário. Isso pode envolver a restauração do peso corporal e o tratamento de quaisquer complicações médicas. Em seguida, a terapia nutricional é essencial para ajudar o paciente a desenvolver um relacionamento mais saudável com a comida e a restaurar hábitos alimentares adequados. A TCC também é frequentemente utilizada para ajudar o paciente a desafiar pensamentos negativos e comportamentos disfuncionais em relação à alimentação e à imagem corporal.


No tratamento da bulimia, o objetivo inicial é interromper o ciclo de compulsão alimentar e comportamentos purgativos. A terapia nutricional também é importante aqui, juntamente com a TCC para ajudar o paciente a identificar e mudar pensamentos e comportamentos disfuncionais. Além disso, medicamentos, como inibidores seletivos de recaptação de serotonina (ISRS), podem ser prescritos para ajudar a controlar os impulsos alimentares e reduzir a ansiedade.


Ambos os distúrbios alimentares requerem tratamento especializado e individualizado, que deve ser ajustado às necessidades e circunstâncias específicas de cada paciente. O acompanhamento médico e psicológico contínuo também é importante para garantir a recuperação a longo prazo. É importante ressaltar que o tratamento deve ser realizado em conjunto com uma equipe multidisciplinar, incluindo médicos, psiquiatras, nutricionistas e terapeutas.

Comments


Família tirando uma foto

O que os pacientes dizem

Confira as avaliações de quem está disfrutando de uma saúde mental melhor.

Instagram & Facebook designs _ https___c

Estou enviando esta mensagem para agradecer. Se soubesse que iria melhorar tanto desta ansiedade teria vindo muito antes. Muito obrigado Doutor

Tânia R. M.

Image by NordWood Themes

Obrigado por toda sua atenção Dr. João. Você me deixa muito seguro. Obrigado mesmo!
 
Antônio R. S.

Image by NordWood Themes

Dr  desenvolve um trabalho de excelência. Sempre me senti e me sinto muito acolhida em seu consultório. Já indiquei e indico sem medo de errar.

Fabiana C.

bottom of page